Google+ Badge

Retorno à tradição: BlackBerry Classic tem teclado físico e formato convencional (mais 3 notícias)

Retorno à tradição: BlackBerry Classic tem teclado físico e formato convencional (mais 3 notícias)

Link to Tecnoblog

Retorno à tradição: BlackBerry Classic tem teclado físico e formato convencional

Posted: 17 Dec 2014 10:40 AM PST

Smartphones com teclado físico ainda fazem sentido? A BlackBerry aposta que sim: nesta quarta-feira (17), a companhia anunciou oficialmente o BlackBerry Classic, aparelho que tenta aliar esta característica com recursos mais atuais.

O modelo é o primeiro lançamento desde o BlackBerry Passport, mas está longe de ser tão ousado no design quanto este. Tal como os rumores que antecederam seu anúncio apontavam, a novidade resgata, até certo ponto, a fórmula que fez a BlackBerry ser mundialmente conhecida – o “Classic” no nome não é mera casualidade.

BlackBerry Classic

A tela, quadrada, possui 3,5 polegadas e resolução de 720×720 pixels (294 ppi). A fabricante não cometeu o erro de não incluir sensibilidade a toques, a despeito da existência do teclado “qwerty” e dos botões auxiliares.

Internamente, há um processador dual-core Snapdragon S4 (MSM8960) de 1,5 GHz acompanhado de 2 GB de RAM. Também há 16 GB para armazenamento interno de dados, suporte a microSD de até 128 GB, câmera frontal de 2 megapixels e câmera traseira de 8 megapixels capaz de gravar vídeos com 1080p.

A bateria, de 2.515 mAh, tem 22 horas de uso “misto”, segundo a empresa. A princípio, a autonomia está dentro dos padrões de hoje, assim como o pacote de conectividade, composto por USB 2.0, Wi-Fi 802.11n, Bluetooth 4.0, NFC, 3G e 4G.

BlackBerry Classic

No BlackBerry Passport, o usuário pode fazer rolagem de tela arrastando o dedo sobre o teclado, mas este recurso, infelizmente, não está presente no Classic. Em compensação, o botão central que faz as vezes de um trackpad voltou.

Orquestrando tudo está o BlackBerry OS 10.3.1, que inclui o BlackBerry Assistant (assistente de voz similar ao Siri ou ao Google Now) e o catálogo da Amazon App Store, que oferece mais de 240 mil aplicativos.

Tecnicamente, o BlackBerry Classic não é mais do que um “retorno às origens”. Este ponto não diz respeito só ao desenho icônico do aparelho, mas também ao público-alvo: assim como o Passport, o novo modelo é focado no segmento corporativo, sob a forma de uma opção um pouco mais em conta, porém.

Haverá boa aceitação? Veremos. O preço não é muito convidativo, considerando o hardware do smartphone, mas pode sofrer baixas nos próximos meses: nos Estados Unidos, o BlackBerry Classic está em pré-venda por US$ 449. Ainda não há informação sobre lançamento no Brasil.

Retorno à tradição: BlackBerry Classic tem teclado físico e formato convencional








Oral-B Professional Care 5000: a escova dental elétrica que tem até monitor digital

Posted: 17 Dec 2014 08:12 AM PST

oral-b-professional-care-5000

Como você escova seus dentes? Gasta dois minutos na escovação, como seu dentista recomendou? Evita fazer muita pressão, para não ter problemas nos dentes e na gengiva? A Oral-B Professional Care 5000 é uma escova dental elétrica que remove até 100% mais placa que uma escova comum e possui funções inteligentes que ajudam você a fazer uma limpeza completa.

A Oral-B Professional Care 5000 tem cinco modos de limpeza: Limpeza Diária, Limpeza Profunda, Modo sensibilidade, Modo branqueamento e Modo massageador. A cabeça possui uma forma arredondada, inspirada nas ferramentas de limpeza dental profissionais. Dessa forma, a escovação é feita dente a dente, o que proporciona uma limpeza superior.

Junto com a escova, há o monitor digital sem fio, que guia a escovação por meio de um indicador de tempo. Além de sinalizar os diferentes modos de escovação, o monitor avisa o usuário quando ele cumprir o tempo recomendado pelos dentistas, que é de dois minutos. Na própria escova, você verá uma luz que se acende quando estiver aplicando muita força — isso prejudica o esmalte dos dentes e a saúde das gengivas.

Como a escova possui uma bateria recarregável, você não terá o problema das escovas elétricas à pilha, que perdem potência quando a pilha vai ficando mais fraca. E você não precisa comprar uma escova para cada membro da família: cada um pode usar seu próprio refil, única parte que entra em contato com a boca. Os refis vêm com suportes plásticos coloridos, para que ninguém se confunda usando a escova do outro.

Com tantos recursos, a escova dental elétrica da Oral-B parece até difícil de usar, mas é tudo bem simples. Roda o vídeo:

A Oral-B Professional Care 5000 é compatível com todos os refis da Oral-B e tem dois anos de garantia para reparos e reposição de peças do produto. Saiba mais.


Oral-B Professional Care 5000: a escova dental elétrica que tem até monitor digital








Beta público: agora todo mundo pode criar apresentações no Microsoft Sway

Posted: 17 Dec 2014 06:59 AM PST

O Sway apareceu no início de outubro com a seguinte proposta: tornar fácil a criação de apresentações para a web – é um misto de PowerPoint e blog, de certa forma. Para quem ficou curioso, mas não pôde testá-lo na época, eis a boa notícia: a Microsoft liberou a novidade para uso público nesta semana.

Até então, o Sway só podia ser acessado mediante convite. Mais de 175 mil foram emitidos, segundo a companhia, a maior parte em novembro. De lá para cá, a Microsoft implementou recursos e fez pequenos ajustes que viabilizaram o "liberou geral", apesar de o serviço continuar em fase beta.

Sway - iPad

As apresentações criadas no Sway suportam inserção de vídeos do YouTube, tweets, postagens do Facebook, arquivos do OneDrive ou Dropbox, imagens em diversos formatos e por aí vai. O resultado final fica armazenado nas nuvens e é responsivo, ou seja, se adapta a telas de qualquer tamanho.

O que torna o Sway mais do que uma mera variação online do PowerPoint é a montagem ágil das apresentações: à medida que conteúdo é inserido, algoritmos desenvolvidos nos laboratórios da Microsoft Research fazem adequações automáticas para dar um ar profissional ao material.

Com isso, o Sway pode ser utilizado para diversos fins: criação de álbum de fotos, promoção de produtos na internet, complementos para cursos, enfim, é só soltar a criatividade.

É pouco provável que este serviço vire “sensação”, mas a Microsoft aparenta ter planos de longo prazo para ele. O Sway está sendo desenvolvido para fazer parte do Office 365 e, no estágio atual, já figura ao lado do Outlook.com e do Onedrive, por exemplo.

Por enquanto, o Sway possui apenas versão web, mas a Microsoft pretende lançar apps do serviço para Android, Windows Phone e iOS. Esta última plataforma já conta com uma versão “preview”, mas, por enquanto, apenas usuários da Nova Zelândia e Austrália têm acesso a ela.

Para avaliar o serviço, basta acessar Sway.com e fazer login com a sua conta na Microsoft.

Beta público: agora todo mundo pode criar apresentações no Microsoft Sway








Tudo o que você precisa saber sobre os ataques e vazamentos sofridos pela Sony Pictures

Posted: 17 Dec 2014 06:48 AM PST

sony-pictures-logo

No dia 24 de novembro, a Sony Pictures passou a viver um pesadelo. A gigante da indústria do entretenimento sofreu um ataque hacker que deixou um recado em todos os computadores da empresa com a assinatura “Hacked by #GOP”. A partir de então, instaurou-se um clima tenso e o expediente foi encerrado para a maioria de seus funcionários.

O #GOP que assina a ação é uma sigla para "Guardians of Peace" (Guardiões da Paz). Trata-se de um grupo pouco conhecido, mas forte. Para Joseph Demarest, subdiretor da divisão de crimes virtuais do FBI, o malware que afetou a Sony é tão sofisticado que poderia contaminar 90% dos sistemas de segurança disponíveis atualmente. A única pista divulgada por enquanto é que o ataque teve origem em um hotel tailandês de cinco estrelas.

sony-pictures-hackeado

Até o momento, os hackers compartilharam 1 TB de supostos 100 TB de arquivos apanhados. No meio do conteúdo estão emails polêmicos trocados entre executivos da Sony, endereços e telefones de artistas como Julia Roberts, o número de seguro social do ator Sylvester Stallone, pedidos do diretor Steven Spielberg por doações para partidos políticos, nomes falsos usados por artistas famosos e filmes que ainda não foram lançados.

The Interview, a Coreia do Norte e um 11 de setembro no próximo Natal

Uma mensagem publicada pelos hackers no GitHub solicitou ao estúdio cinematográfico que cancelem a estreia do filme The Interview, alegando que se não o fizerem podem estar rompendo com a paz e iniciando uma guerra. A obra citada é uma comédia em que, por ordem da CIA, dois estadunidenses tentam assassinar o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un.

A exigência de tirar o filme dos cinemas levantou suspeitas contra o governo norte-coreano, que já possui um histórico público de censuras e ataques à liberdade de expressão. Entretanto, um diplomata nomeado pela Coreia do Norte garante que seu país não tem nenhuma relação com essa história.

Se essa hipótese vir a se confirmar, fica claro que Kim Jong-un não tem o mesmo senso de humor que o seu pai, Kim Jong-il, que também foi “assassinado” no filme norte-americano Team America (2004) sem qualquer ameaça à paz mundial.

The Interview tem estreia anunciada para o dia 25 de dezembro nos Estados Unidos e 29 de janeiro para o Brasil. Confira o trailer da polêmica produção:

Para o Natal, mesmo dia em que The Interview deve ser lançado nos EUA, o grupo hacker promete novos vazamentos. Um comunicado publicado no Pastebin diz que novos arquivos, incluindo emails do presidente da Sony Pictures, virão em maior quantidade e serão muito mais interessantes.

A estreia do filme foi cancelada em Nova York

Na terça-feira (16), o GOP elevou o tom das ameaças. Além de prometer novos vazamentos, o grupo advertiu para que as pessoas evitem assistir a estreia nos cinemas: “Mostraremos que os locais de exibição de The Interview no dia da estreia terão um destino amargo… O mundo estará com medo. Lembrem-se do que aconteceu em 11 de setembro de 2001. Fiquem longe dos cinemas”.

A preocupação das autoridades fez com que a estreia do filme fosse cancelada em Nova York. Além disso, os protagonistas James Franco e Seth Rogen cancelaram suas aparições públicas por tempo indeterminado.

Filmes vazados, filmes que serão lançados até 2017 e o filme do Mário

Entre as consequências do ataque hacker está o vazamento de conteúdos secretos sobre filmes ainda não lançados pela Sony Pictures. Os vídeos estavam salvos em backups para serem enviados a agencias ou outras pessoas. Até o momento, cinco obras foram compartilhadas na internet em alta qualidade:

  • Fury, protagonizado por Brad Pitt; foi baixado mais de 1 milhão de vezes em 3 dias
  • Annie, protagonizado por Cameron Diaz
  • Mr. Turner, com Timothy Spall
  • Still Alice, protagonizado por Julianne Moore
  • To Write Love on Her Arms, com Rupert Friend

Detalhes e especulações sobre outros filmes também foram divulgados. Os planos do produtor Matt Tolmach de abortar o filme do vilão Venom para colocá-lo no Sexteto Sinistro, por exemplo, foram revelados. Da mesma forma, descobrimos que Tom Cruise foi cotado para estrelar a cinebiografia de Steve Jobs. Mas essas questões são apenas detalhes se compararmos com a lista de 20 prováveis filmes que devem ser lançados pela Sony até 2017:

Tá pouco Angry Birds, manda mais

2016

  • Uncharted (baseado no jogo da Sony)
  • Sinister (relacionado ao Sexteto Sinistro, liga de vilões do Homem-Aranha)
  • Ghostbusters
  • Angry Birds
  • Men In Black/Jump Street (mistura entre Homens de Preto e Anjos da Lei)
  • Greyman (adaptação do livro The Gray Man)
  • Winters Knight (adaptação do livro The 5th Wave)
  • Fifth Wave
  • Inferno (adaptação do livro de mesmo nome)
  • Billy Lynn (adaptação do livro Billy Lynn’s Long Halftime Walk)
  • Baby Driver
  • Little Woman (remake)

2017

  • Cleopatra (com Angelina Jolie como provável protagonista)
  • Homem-Aranha
  • Django Zorro
  • Bond
  • Ghostbusters
  • Jump Street
  • Monkeys
  • Girl Team Up

super-mario-world

Outras mensagens divulgadas pelo GOP dão a entender que a Sony está trabalhando em animações do Mario, o famoso personagem dos games da Nintendo. O produtor Avi Arad enviou uma mensagem para Amy Pascal, vice-presidente da Sony, dizendo que estava orgulhoso em ser o pai do filme do Mario. Depois, o produtor enviou fotos dele mesmo com Shigeru Miyamoto, criador do Mario, e com Satoru Iwata, presidente da Nintendo, que estava copiado no email.

Hackers ameaçam funcionários da Sony e seus familiares

Todos os funcionários da Sony Pictures receberam um email assinado pelos Guardiões da Paz, em que são intimados a apoiar a causa contra a Sony para que suas famílias não corram perigo. Confira alguns trechos da mensagem:

“Não tenha falsas esperanças, a Sony Pictures vai cair.”

"Eliminar a Sony Pictures da face da Terra é algo muito pequeno comparado com o que nossa organização mundial é capaz. E o que fizemos até agora é parte de nosso plano. É errado crer que esta crise vai acabar em pouco tempo. Não tenha falsas esperanças, a Sony Pictures vai cair. E isso é só culpa dela.

Vão acontecer muitas coisas que você nem imagina, em todas as partes do mundo. Nossos agentes atuarão como for necessário e de onde for necessário. Se não quiseres sofrer as consequencias, junte-se à causa contra a falsidade desta empresa assinando este email. Se não o fizer, tanto você quanto sua família estarão em perigo”

No dia 8 de dezembro, a Sony escreveu a todos os seus funcionários alertando que seus dados pessoais estavam comprometidos e ofereceu 12 meses de serviços de proteção de identidade.

As prioridades da Sony no combate à pirataria

Em outro email publicado na internet, podemos ver como a Sony Pictures trabalha com a Motion Picture Association of America (MPAA), a principal associação das empresas de Hollywood, para tentar deter a pirataria de filmes e séries em redes P2P ou por streaming.

O gráfico mostra quais são as prioridades e as ações no combate à pirataria:

A estrategia para combater a pirataria

A facilidade de assistir a filmes direto do navegador faz com que os populares sites de streaming sejam o inimigo número um da MPAA. Para combatê-los, a tática é atacar o que está ao redor (como serviços de pagamentos) e lutar pelo bloqueio.

O BitTorrent não está no topo das prioridades e as táticas para derrubá-lo são mais objetivas, como contatar a empresa de hospedagem e seus anunciantes ou partir para uma ação na justiça.

Hollywood x Google

Em emails analisados pelo The Verge, existem referências a um plano coletivo da MPAA e grandes estúdios como a Universal, Fox, Paramount, Warner Bros e Disney, para financiar um projeto com o objetivo de atacar por vias legais o Goliath.

Goliath é o apelido usado por essas empresas para se referir ao Google, a quem a MPAA considera o maior rival na sua batalha contra a pirataria por exibir links para arquivos ilegais nos resultados de busca.

O projeto parece estar bem adiantado, com um bom fundo financeiro arrecadado e uma série de provas que obrigariam o Google a mudar suas políticas sobre a inclusão de determinados sites nos seus resultados.

Malware usa certificado de segurança da Sony para invadir computadores

sony-certificado-malware

Além de se deixar contaminar e ter seus servidores visitados por hackers, o caso da Sony também repercute em outros golpes virtuais. O time de pesquisas e análises da Kaspersky anunciou o descobrimento de uma variante do malware Destover que está usando o certificado digital da Sony para passar despercebido pelos antivírus.

Naturalmente, vários antivírus confiam nos certificados da Sony e isso faz com que a proliferação desse vírus seja mais rápida. Fazendo sua parte, a Kaspersky alertou diversas empresas de segurança para que adicionem o certificado às suas listas de ameaças.

O drama da Sony só deve aumentar

O Wall Street Journal especula que o ataque pode custar mais de US$ 100 milhões para a empresa. Mas ainda é cedo para apontarmos um valor, porque as informações vazadas ainda não impactaram completamente nas estratégias de produção, marketing e vendas.

O ataque pode custar mais de US$ 100 milhões para a Sony

Também é prematuro avaliar o impacto que o vazamento de mensagens pessoais podem causar no relacionamento com funcionários e parceiros comerciais. Angelina Jolie, chamada de "pirralha mimada minimamente talentosa" por altos executivos da Sony, pode ser uma das artistas a cancelar contratos, processar e nunca mais trabalhar com o estúdio.

Na largada da judicialização dessa história, ex-funcionários da Sony já apresentaram uma denúncia a um tribunal de Los Angeles alegando que a empresa fracassou em garantir e proteger seus sistemas e bancos de dados, o que levou à divulgação de informações confidenciais dos demandantes.

Enquanto as investigações caminham lentamente, o The New York Times noticiou que recebeu uma carta do advogado da Sony exigindo que o jornal pare de divulgar informações contidas nos documentos divulgados.

Até o momento, os esforços da Sony não estão surtindo efeito. Nos oito dias que antecedem o Natal, muita coisa pode acontecer. E até lá, dificilmente a Sony Pictures e o governo norte-americano encontrarão uma ideia genial para conter os vazamentos, já que o caso está se tornando uma questão de segurança pública e a prioridade deve ser a proteção de vidas civis.

Com informações: The Verge, Variety, The New York Times, Business Insider, AFP.

Tudo o que você precisa saber sobre os ataques e vazamentos sofridos pela Sony Pictures








Read more »